segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Finalização do Projeto Rua das Rimas 2012



Dia 23/09 os educandos/as do projeto Rua das Rimas se apresentaram
no evento de encerramento do edital Hip Hop Conectando Quebradas organizado pela produtora A Banca. A apresentação também foi parte da finalização das oficinas do projeto, que se concretizou com a entrega do CD Molecadas MC’s gravado durante o processo das atividades.

           
Confiram as músicas abaixo.


A iniciativa foi apoiada pela A Banca e a Rede América via edital Hip Hop Conectando Quebradas.
A Associação Cultural Bloco do Beco e a Rede de Educação Cidadã foram parceiras.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Vida Na Quebrada (Molecada MCs) - Primeira Música Gravada Pelos/as Educandos/as do Projeto Rua das Rimas

Depois de um longo processo de construção, reflexão, lapidação e ensaio, os educando/as do projeto Rua das Rimas gravaram a primeira música batizada por eles/as de "Vida na Quebrada".RAP onde descreveram um pouco da realidade em que vivem.




Confiram a música abaixo.

                  

Imagens do processo até o momento no link a seguir
http://www.facebook.com/media/set/?set=a.239607012804766.50710.108476265917842&type=3

terça-feira, 15 de maio de 2012

Desdobramentos do Projeto



O parceiro RD Dramático, do grupo Pelo$erto, esteve no estúdio do Coletivo para gravar a voz do som "Sem Você não Dá", música produzida pelo próprio RD.

Valeu mano tamujuntu!!







Paulo e Renato foram os primeiros músicos (pós  lançamento do projeto) que vieram fazer um som no Espaço Proibido Estacionar.

Valeu gente, foi muito bom ter vocês aqui!

Logo o espaço deve passar por uma sessão de Grafitagem.


A Caminhada Continua...



videoOs/As educandos/as estão em processo de desenvolvimento, ou seja, compondo músicas que farão parte do repertório do grupo. Durante esse processo ensaiam e aprimoram o que já foi construído.





sexta-feira, 11 de maio de 2012

É no caminhar que se Aprende



Nessa oficina os/as educandos/as lapidaram as primeiras estrofes (3 refrões) escritas por eles/as, que foram colocados na losa pelo educador para melhor visualização de todos/as, em seguida foi feito uma dinâmica para musicalização dos versos em cima dos instrumentais (batida de RAP).
Vejam parte do processo no vídeo e nas fotos abaixo.
video

Ouçam músicas de educandos/as que já passaram pelo projeto Rua das Rimas em edições anteriores no link: http://soundcloud.com/projeto-rua-das-rimas

segunda-feira, 30 de abril de 2012

O Início



1º momento - O educador/MC Alanshark introduz falando de como será o processo das atividades, em seguida socializa com os/as educandos/as métodos simples de composição, demonstrando e detalhando estruturas básicas de rimas e estrofes, com o objetivo de contribuir no entendimento das crianças, para que elas construam de forma processual as próprias letras/Poesias.

2º momento - O educador parte para provocação fazendo indagações para os/as participantes sobre a realidade em que estão inseridos/as (o que gostam o que não gostam do bairro onde moram). A partir do diálogo, o MC elenca palavras geradoras e começa a fomentar reflexões sobre a realidade. Nesse momento surgem questões relacionadas a escola, como por exemplo a seguinte fala significativa: "Qualquer coisa que acontece o professor fala que foi eu e me manda pra diretoria".

3º momento - Depois da roda de conversa os/as educandos com o auxílio do educador iniciam o processo de construção da primeira letra/Poesia do grupo, refletindo (em grupo) de maneira poética sobre o que foi "discutido". Em seguida as crianças começam o processo de musicalização dos primeiros refrões da turma.

Sobre microfone
Visita ao homestudio
Roda de Conversa / Identificação de palavras geradoras / Falas significativas

Estudo da realidade / Composição
Ensaio / Musicalização
Ensaio / Musicalização
Ensaio / Musicalização

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Abertura Projeto Rua das Rimas


Dia 07/04 aconteceu a festa de abertura do Projeto Rua das Rimas, o evento começou as 14:00 com  discotecagem dos Djs V-Rap e Rebeldia, tocando pedradas do Rap nacional, do Soul e do Funk, repertório que diga-se de passagem contagiou o público presente.

Interagindo com a discotecagem os educadores Anderson Benelli e André Luis entraram em ação com a oficina de Graffiti (Rua D’arte), trabalhando com as crianças técnicas de Stencil e intervenção livre na rua.

 Em seguida crianças e jovens participaram da oficina de Dj que teve como ministrante DJ V-Rap que explicou fundamentos e técnicas do elemento dialogando com a prática nos toca discos. Em uma de suas falas o Dj deu ênfase sobre a importância da mulher  dentro do movimento Hip Hop, o que chamou a atenção das meninas e meninos que participaram do evento.


Fechando as oficinas culturais Alanshark ministrou oficina de MC (elemento a ser aprofundado dentro do projetoRua das Rimas) na qual fez um rápido resgate histórico até os dias atuais, dando ênfase na diversidade dos MCs que estão em atividade. Nesse momento foi demonstrado na prática toda essa riqueza a partir das apresentações dos MCs: DielKbça, Americano e Vinius Schwanbah.

Após cada sessão de rimas era chamada a atenção para as características de cada um deixando evidente as diferenças entre o estilo de cada MC e enfatizando a importância desse avanço dentro da música RAP.

A noite caiu e o evento esquentou com intervenções musicais dos gupos: Idioma e Fora de Frequência, seguidos dos MCs  Diel (Rimaistas) e Kbça que mostraram parte da identidade do bom RAP produzido na região do Jd Ângela.

Pra fechar a festa em grande estilo e trazer a tona a importância política do Hip Hop, rolou cinema na rua com exibição do documentário Nos Tempos da São Bento, doc que busca a memória coletiva do movimento. Entrevistando fundadores do Hip Hop no Brasil, o filme enfatiza a importância de não se deixar perder na história fatos e sujeitos.

Durante o filme surgiram alguns comentários entusiasmados e cheios de reflexões, o que só fortalece a convicção de que precisamos escrever nossa própria história para que ela seja transmitida de forma verdadeira e transparente, evitando assim, que a mesma seja manipulada ou até mesmo apagada.

Coletivo Fora de Frequência (Anderson Benelli, Pesão, Luciana de Jesus, Vinicius, DJ Rebeldia, Alanshark, André Luis) agradece Todas e Todos que trincaram na missão!











                                                                           







     O projeto Rua das Rimas é apoiado pela Produtora Social Cultural A Banca e a Rede América – Iniativa Comum, Bloco do Beco, CMM e RECID - SP.